CLAUDIO BALTHAR

Quem Somos  IBCE 5Acrobata, capoeirista, ator profissional e diretor desde 1979. Durante a sua trajetória artística, fez diversos cursos e espetáculos, destacando-se em sua pesquisa na busca de um teatro físico que, além da palavra, prima pelas imagens e pelo movimento. Como diretor técnico realiza um trabalho de pesquisa que busca novas possibilidades na área de engenharia circense.

Em 2016, dirigiu o espetáculo de dança vertical VERTIGEM apresentado na parede externa da Fundição Progresso. Em 2015, dirigiu o espetáculo circense VERaCIDADE no Espaço Armazém na Fundição Progresso. Em 2014, apresentou o espetáculo MEMOH – O HOMEM INVERTIDO, no Galpão Aplauso. Em 2013, atuou em SUSPEND’S com a Cia francesa 9.81, de Eric Lecomte, FIL/ RJ e participou do Festival de Inverno do SESC e itinerância pelas unidades do interior do estado com Água de Beber – Pequenas Histórias de Capoeira. Em 2012, apresentou nova temporada carioca de Água de Beber no Teatro Maria Clara Machado e no Parque das Ruínas. Ainda em 2012, co-dirigiu o espetáculo “Two Roses for Richard III” com a Cia Bufomecânica em Stratford e em Londres, a convite da Royal Shakespeare Company, para representar o Brasil no World Shakespeare’s Festival. Em 2011, apresentou o espetáculo work in progress – “Penso Ver o Que Escuto”- como co-diretor artístico e como diretor técnico, com a Cia Bufomecânica. Ainda em 2011, assinou roteiro e direção do espetáculo circense “Passos”, na lona de Circo do Crescer e Viver. Em seguida, participou do Festival “Premiers Pas”, organizado pelo Théâtre Du Soleil, com a peça “Água de Beber – Pequenas Histórias de Capoeira”. De 1992 a 2012, integrou o elenco da Intrépida Trupe, onde realizou diversos espetáculos e eventos como ator-acrobata, diretor técnico e diretor artístico. Os principais foram: Metegol – 2006/09; Sonhos de Einstein – 2003/10; Flap – 2001; Kronos – 1999.